WEBi Desde 1998

Blog

Marketing de conteúdo: 10 dicas para gerar um material matador

marketing-de-conteudo-webi-interna

Despertar o interesse de um determinado público, por meio de conteúdo autoral e de qualidade, tratando de temas relevantes para o mesmo e gerando autoridade sobre assuntos que lhe atraem. Este pode ser um resumo – mesmo que em linhas bem gerais – sobre do que se trata o Marketing de Conteúdo (Inbound Marketing).

Mas sobre isso falamos em um post recente. O objetivo no post de hoje é listar 10 dicas para ajudar você na missão de criar um conteúdo matador, daqueles que emplacam, geram engajamento e impulsionam resultados práticos.

Como exemplo, vamos imaginar que estamos gerando conteúdo para uma empresa dedicada ao comércio de artigos infantis de luxo, como roupas e acessórios.

CRIE UMA PERSONA

Persona é uma pessoa que se idealiza imaginando que ela represente os principais desejos de um determinado público-alvo. Para um mesmo negócio é possível que haja mais de uma persona, mas seguindo o exemplo sugerido podemos entender que esta ‘pessoa ideal’ seria uma mulher que é mãe, com idade entre 25 e 40 anos, pertencente as classes sociais A e B+, etc. Também podemos entender que as avós configuram um público em potencial, sendo senhoras na faixa dos 50 aos 65 anos, pertencentes às classes sociais A e B+ e por ai vai. Pense no que interessa a esse público, que tipo de assunto ele busca na internet e terá um bom norte a seguir na geração de seu conteúdo.

DELIMITE SEU TEMA

Se você quer atingir mães e avós, não adianta produzir conteúdo que não esteja diretamente relacionado a condição de mãe/avó dessas pessoas. Dicas para mães de primeira viagem, o que levar à maternidade ou até mesmo como fazer uma papinha orgânica podem interessar a este público, então invista seus esforços em temas que estejam relacionados ao nicho que pretende atingir.

DEFINA UM CALENDÁRIO

A regularidade nas publicações também cumpre um papel vital no marketing de conteúdo. Não adianta produzir um material hoje, passar dois meses sem fazer nada, depois publicar outra coisa. É preciso estabelecer um calendário e publicar com frequência para se consolidar como uma referência no segmento – tanto para seu público quanto para o Google -, conquistar seguidores, conduzir o lead pelo funil de vendas do Inbound Marketing e atingir seus resultados.

CRIE LISTAS

Quem nunca se deparou com um material do tipo ‘7 coisas que você precisa saber sobre…’? Exatamente como o título deste post. Esse tipo de material desperta a atenção por apresentar de forma objetiva uma proposta de ‘passo a passo’ rumo ao conhecimento que seu leitor está procurando. Abuse das dicas e ganhe pontos com seu público-alvo.

FACILITE A LEITURA

Faça uso à vontade de intertítulos, tópicos e todo tipo de elemento que facilite a leitura. Seja claro e prefira sempre parágrafos curtos. Grandes blocos de texto tornam o conteúdo menos interessante e podem assustar o leitor.

EVITE A AUTOPROMOÇÃO

É claro que para materiais chamados de fundo de funil é preciso demonstrar porque sua empresa é a melhor solução para aquilo que o lead busca. Mas, no geral, prefira textos educativos, promova o conhecimento, se coloque no lugar de quem você quer atingir e lembre-se de como é pouco efetiva a autopromoção. Seja um parceiro do seu público e não apenas alguém que busca o dinheiro dele. Os resultados tendem a fluir muito melhor.

NÃO COPIE CONTEÚDO

Não há qualquer problema em fazer uso de trechos e referências citadas ao longo de seu texto. Pelo contrário, usando com bom senso é possível criar um conteúdo muito mais sólido e persuasivo. Contudo, NUNCA copie textos inteiros ou em grandes partes de outras fontes, sob a pena de ser prejudicado no ranking do Google a ainda perder credibilidade junto a seu leitor. E não adianta tentar maquiar, o Google vai reconhecer um material que não é autoral e punir seu site.

INVISTA NOS TÍTULOS

O ambiente digital é muito dinâmico e se sua isca não for boa e precisa, você perderá a oportunidade de apresentar um bom conteúdo apenas por escolher mal seu título. Vá direto ao ponto e gaste tempo pensando em algo que vai chamar a atenção, como: ‘7 itens que não podem faltar na mala da maternidade’.

CAPRICHE NAS IMAGENS

Uma boa foto ou gráfico pode fazer toda diferença na hora do seu cliente em potencial decidir se vai ler ou não o material que você produziu. Faça a imagem trabalhar de forma orgânica e fluida com seu texto e terá bons resultados.

UTILIZE PALAVRAS-CHAVE

Conhecendo sua persona, você vai supor diversos termos e palavras pelos quais seu público pode procurar seu produto ou serviço na internet. Utilizando ferramentas como o Planejador de Palavras-Chave do Google Adwords você pode verificar quais são as mais buscadas e, partindo dai, utilizar esses termos em seu conteúdo. Insira este termo em seu título, no primeiro parágrafo e uma vez por parágrafo – ou um pouco menos, para não parecer muito artificial -, lançando mão de plurais, sinônimos e destaques em negrito também, para que o Google atribua relevância, seu conteúdo seja apresentado nas buscas e emplaque junto ao público.

O Marketing de Conteúdo pode contribuir muito para alavancar seu negócio se for feito da maneira correta e com a frequência necessária. Gostou do material? Aproveite também e Conheça mais sobre o Marketing de Oportunidade. Siga acompanhando o blog da WEBI e uma ótima leitura!

comentários
Voltar para o blog
Posts recentes