WEBi Desde 1998

Blog

Conheça o Inbound Marketing: uma nova abordagem para um novo consumidor

blog-webi-poder-inbound-mkt

Conheça o Inbound Marketing

As formas de consumo no mundo atual percorrem caminhos diferentes daqueles de 5, 10 anos atrás. Isso, em grande medida, graças à internet e à consolidação do e-commerce, sendo que disso decorreu também a necessidade das empresas reavaliarem as necessidades e a forma de abordar esse novo modelo de cliente, mas informado e ativo.

E uma das formas que o marketing digital encontrou para dar conta dessa realidade que se impôs é o chamado Inbound Marketing. Em poucas palavras, trata-se do ‘marketing da atração’. Nele, o que importa é atrair os potenciais clientes, suprir suas necessidades de informação, obter sua confiança e conduzi-lo até a conversão desejada.

Mais do que ir atrás do cliente, é preciso estar pronto para recebê-lo e superar suas objeções. Uma postura bem típica que resume o comportamento deste que algumas literaturas chamam não mais – em inglês -, de ‘consumer’, mas de ‘prosumer’: um sujeito que pesquisa, se informa, vai atrás daquilo que quer e só consome um determinado produto ou serviço após se convencer de que é daquilo que ele precisa.

Mas, na prática, como o Inbound Marketing opera para alcançar resultados mais efetivos? Essa é uma pergunta importante e que pretendemos esclarecer, evidentemente, dentro das limitações de espaço em um post de blog.

ATRAÇÃO

Meio a um consumidor que busca informação, a melhor forma de chamar a atenção é gerar um conteúdo certeiro e com o qual ele se identifique. Se você é dono de uma empresa que vende playground infantil, o primeiro passo não é se oferecer enquanto comércio de playgrounds, mas mostrar as vantagens de se ter um playground em casa, na escola ou no condomínio, o auxílio desse equipamento no desenvolvimento das crianças, o espaço de interatividade que ele representa e por ai vai. É esse tipo de conteúdo que vai chamar a atenção do seu público em potencial e não mensagens do tipo: ‘Compre playground com a empresa x”. Ao menos não nessa primeira etapa de ‘namoro’.

CONVERSÃO

Em um segundo momento, é preciso levar esse sujeito que se interessou pelo seu conteúdo a um novo passo. Por meio de uma oferta de conteúdo exclusivo ou qualquer outra tática de atração, você precisa encontrar meios de manter esse relacionamento, coletando dados via ficha básica de cadastro para que os diálogos perpetuem. Com uma landing page do tipo ‘Preencha o cadastro e baixe o material grátis’ você pode obter informações valiosas e que certamente irão te ajudar nessa caminhada até a venda.

RELACIONAMENTO

Em posse do email, telefone ou outras informações básicas, agora você tem armas mais efetivas para se relacionar com esse cliente em potencial. Dependendo do formulário de cadastro elaborado na etapa anterior, você talvez já saiba o local de residência, o sexo e até um gosto particular desse lead. Em posse disso é possível criar conteúdo mais específico para cada caso, ganhando mais credibilidade e engajamento. É preciso seguir nutrindo esse lead até que ele esteja pronto para a compra.

VENDA

Por fim, chega-se ao final do funil de vendas em que o cliente está disposto a comprar aquele produto da sua empresa. É nesse momento que o setor de marketing aponta as oportunidades ao setor de vendas, para que ele apenas faça a conversão final.

ANÁLISE

Não menos importante, efetivada a venda é preciso reavaliar todas as etapas anteriores, ver se houve alguma objeção não superada, algum entrave durante o processo de compra e aprimorar constantemente esse processo, otimizando cada vez mais suas taxas de conversão.

blog-webi-metodologia-inbound-marketing

Por atender às formas naturais de uma caminhada de compra, o Inbound Marketing vem caindo cada vez mais nas graças do mercado. É como um namoro: primeiro você flerta, depois inicia as conversas, pega o telefone, chama para jantar e então, na hora certa, pede em namoro. Não necessariamente tudo no mesmo dia, mas respeitando a velocidade do cliente e sua maior ou menor inclinação à compra no ato do primeiro contato.

Agora que você sabe um pouco do que o Inbound Marketing pode fazer por sua empresa, é hora de buscar a ajuda de uma boa agência de marketing digital e extrair tudo que o universo online tem a oferecer.

Até o próximo artigo! Não perca! 😉

comentários
Voltar para o blog
Posts recentes